A ANÁLISE DO COMPORTAMENTO APLICADO (ABA) COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DA CRIANÇA COM TRANTORNO DO ASPRECTRO AUTISTA

Esta pesquisa foi intitulada “A Análise do Comportamento Aplicada (ABA) como ferramenta no
processo de ensino-aprendizagem da criança com Transtorno do Espectro Autista (TEA) ”,
objetivando compreender as possibilidades na utilização desta terapia, como instrumento de
desenvolvimento do ensino e aprendizagem da criança com autismo na educação básica,
considerando suas especificidades, que são únicas e conhecendo os históricos, diagnósticos,
tratamentos. Apresentaremos as características da criança autista, metodologias e ferramentas da
ABA; as possibilidades de formações dos profissionais que podem ser os aplicadores da terapia e
demonstraremos como o método ABA poderá ser utilizado no espaço escolar. Nessa pesquisa,
estudaremos ABA como um mecanismo que conduzirá a novas concepções de ensino e
aprendizagem para os alunos com autismo, envolvendo aspectos psicológicos e comportamentais
da criança a serem avaliados por profissionais capacitados, de acordo com a ferramenta
metodológica da ABA, as quais serão efetivadas no desenvolvimento de suas competências,
conforme suas particularidades no ensino básico. A ABA seria uma ferramenta significativa na
escola; visto que a criança evoluirá em aprendizado, potencialidades e autonomia. Tal
investigação, constata-se a partir da não existência de políticas públicas que instrumentalizem a
ABA, pois existem crianças autistas que não conseguem desenvolver-se de maneira prevista em
determinado período. Essa investigação de cunho qualitativo será efetuada por meio de pesquisa
bibliográfica acerca do levantamento da literatura existente a respeito do Transtorno do Espectro
Autista, Análise do Comportamento Aplicada e sua instrumentalização no âmbito da Educação
Básica em Léo Kanner (1943), Asperger (1944), Bleuler (1960) e B. F. Skinner (1904-1990).